Maria Frô - ativismo é por aqui

Maria Frô header image 2

Encontrando Bianca: educar para uma sociedade sem homofobia

março 21st, 2011 by mariafro

Recebo do @MarkosOliveira, ativista LGBT, este vídeo do Ministério da Educação que faz parte do Kit Escola Sem Homofobia.

Este e outros materiais do kit foram motivo de discussões acirradas em todo o país, atacados veementemente por deputados fundamentalistas como Bolsonaro que se colocam contra a possibilidade de distribuição deste material pelo MEC, inicialmente, para seis mil escolas brasileiras.

O vídeo que conta a história da travesti Bianca, revela como a mesma descobriu sua identidade sexual e busca, na escola, o respeito à sua condição, perpassando por discussões sobre nome social, uso do banheiro feminino dentre outras.

O material visa desenvolver nas escolas brasileiras o respeito à diversidade tanto no espaço escolar como fora dele, combatendo assim a discriminação contra a comunidade LGBT, vítima de violência constante no país.

O vídeo foi disponibilizado no youtube na conta de lohannafashion que assim se define:

“Sou Transexual. Me Chamo Lohanna e passei por tudo isso na escola, e por isso acho sim que este kit deve ser distribuído em todo o país.”

 

Abaixo os três vídeos do kit “Escola sem homofobia”, incluindo “Encontrando Bianca“:

Tags:   · · · · · · 19 Comments

Leave a Comment

19 responses so far ↓

  • Ainda hoje vai ser publicado em um site o qual faço parte um artigo meu, que sou gay, a respeito do Kit Gay…

    Sim, eu gostei do fato “vamos criar um kit anti-homofobia”.
    Não, eu não gostei como esses vídeos foram feitos.

    Eles são pobres, com narrativas até interessantes, mas mal exploradas e você, assim como muita gente, tem que dar o braço a torcer que o adolescente/jovem hoje é vidrado no mundo das imagens… e esses vídeos, mesmo com mensagens lindas, não iam pegar ninguém.

    Vamos ser francos.

    Por que as ONGS são usam esse tipo de narrativa: http://www.youtube.com/watch?v=LqzEAai25cE

    Adiantando um pouco, nesse video que coloco aqui, temos a história de Monick e Amanda… Ambas Travestis, Ambas moradoras de uma cidade do sertão da Paraíba.

    Monick é uma travesti que se prostitui mas tem falas muito lúcidas…

    Já Amanda, bem, amanda é o PULO DO GATO… é travesti e professora da Rede Municipal de Ensino. Ensina história para várias turmas, inclusive do ensino médio. Tem o respeito de todos na cidade, inclusive da familia (o pai da um depoimento lindo no final).

    Por que usar a ficção quando se pode pegar uma Amanda, ou o formato como Amanda e Monick são inseridas na história, e “vendem” que isso é normal… que são pessoas como outras quaisquer do nosso brasil, pros nossos jovens?

    É isso

  • [...] cedo, o Jornal da Record fez possivelmente a abordagem mais preconceituosa e tendenciosa contra os materiais pedagógicos anti-homofobia. Não havia um pingo de jornalismo na [...]

  • [...] pelos âncoras, pela repórter que supostamente foi encontrar os educadores que produziram o material pedagógico para uma educação anti-homofóbica (‘homossexualismo’, ‘kit gay’); a forma como aparece a fala de Haddad, [...]

  • [...] cedo, o Jornal da Record fez possivelmente a abordagem mais preconceituosa e tendenciosa contra os materiais pedagógicos anti-homofobia. Não havia um pingo de jornalismo na [...]

  • [...] Uma delas gira em torno do ‘kit gay’, um nome inapropriado para denominar um conjunto de material didático, incluindo vídeos, voltado para educação de uma cultura de paz e anti-homofó…. Por que será que a mídia velha resolveu adotar e disseminar a expressão usada por políticos [...]

  • Ação democrática legitima (a de afirmar que os homossexuais são perseguidos) de pessoas de grande habilidade de Mídia; a qual cito no Blog que vou sugerir no seguimento para conhecimento e avaliação.
    Quando digo grande habilidade no saber como tratar Notícias e Informações; isto decorre do fato da maneira ruidosa e coerente como conseguem transformar um fato (lamentável é claro) em um factóide (fato maximizado, ampliado acima da sua real razão de ser) de grande repercussão, como é feito diversas vezes que ocorre algum tipo de agressão a homossexuais; cujos números estão muito aquém das agressões contra a mulher e as mútuas entre torcedores, pelo fato fútil de serem torcedores de Times diferentes… Comento isto aqui como elogio à forma inteligente como os homossexuais trabalham os Meios de Comunicação, reproduzindo aqui e ali elementos de Merchandising para aprovar o PLC 122.
    É estranho e difícil para eu entender como os homossexuais e a Mídia que têm dentro da sua comunidade ─ hoje e no decorrer da história ─ pessoas inteligentes semelhantes aos filósofos gregos homossexuais: o grande retórico Lísias e o inteligentíssimo Aristófanes, autor do Mito do Andrógino, ver, obra O Banquete da Platão ─; também artistas, intelectuais, pessoas de várias formações acadêmicas e principalmente as da área das Letras; não atentem para o que chamo de estupidez lingüística, que é o chavão acusativo HOMOFÓBICO (de homo-fobia), sabendo-se que homo (latim, homem), homo (grego; igual, semelhante; que é usado em homofobia) e fobia (grego, φόβος ─ medo com decorrente ação retro-ativa de fugir). Do que se conclui que: ao chamarmos alguém de homofóbico estaremos dizendo exatamente ser aquele que tem o sentimento de medo (fobia) a vítima desse (o criminoso no exato entendimento do termo) que lhe infunde medo.
    Não tenho nada absolutamente nada contra os reais direitos dos homossexuais; entretanto tenho tudo contra O PLC 122 OU A DITA LEI HOMOFÓBICA (este é o título do meu Blog), cujo endereço é http://www.verdaderespeitoejustica.blogspot.com , no qual, demonstro ser esta lei, não aquilo que defende os direitos dos homossexuais e sim, um odioso instrumento de Censura; como também está de maneira sintética (sinopse) em outro Blog meu, endereço  http://www.sinteserespeitoejustica.blogspot.com .
    P.S.: Apenas para reforçar como lembrete e gerar interesse ou curiosidade com relação ao Blog citado. CLAUSTRO + FOBIA, FOTO + FOBIA e algumas outras fobias têm plena assertiva nas suas construções, pelo fato óbvio de que quem está enclausurado ou diante de uma forte luz, desesperadamente busca fugir. O que aconteceu com as pessoas que têm conhecimento lingüístico? E o bom senso, o que foi feito dele (no não haver cuidado com o que se escreve e veicula), quando se mantêm o absurdo chavão chamado HOMOFOBIA, que é exatamente contra aquilo que se quer defender?.. Obrigado e parabéns pela dignidade democrática de respeitar opiniões.
    Atenciosamente JORGE VIDAL

  • [...] Será que essas cenas brutais sensibilizarão nossos representantes a finalmente aprovarem o PL122? Será que finalmente não veremos mais o oportunismo irresponsável e criminoso dos Bolsonaros que querem impedir materiais didáticos nas … [...]

  • Lista de reprodução dos videos "Brasil sem homofobia". Vale a pena assisti-los: http://bit.ly/f1kB61

  • RT @silaslimams: Encontrando Bianca: educar para uma sociedade #sem homofobia => http://goo.gl/R6sQQ (via @maria_fro) @DHumanos @_mar …

  • RT @silaslimams: Encontrando Bianca: educar para uma sociedade #sem homofobia => http://goo.gl/R6sQQ (via @maria_fro) @DHumanos @_mar …

  • Encontrando Bianca: educar para uma sociedade #sem homofobia => http://goo.gl/R6sQQ (via @maria_fro) @DHumanos @_mariadorosario

  • Bacana o vídeo! RT @maria_fro: Encontrando Bianca: educar para uma sociedade sem homofobia – http://goo.gl/R6sQQ

  • RT @maria_fro: Encontrando Bianca: educar para uma sociedade sem homofobia – http://goo.gl/R6sQQ

  • RT @maria_fro: Encontrando Bianca: educar para uma sociedade sem homofobia – http://goo.gl/R6sQQ

  • RT @maria_fro: Encontrando Bianca: educar para uma sociedade sem homofobia – http://goo.gl/R6sQQ

  • RT @maria_fro: Encontrando Bianca: educar para uma sociedade sem homofobia – http://goo.gl/R6sQQ

  • Encontrando Bianca: educar para uma sociedade sem homofobia – http://goo.gl/R6sQQ

  • D++++++++++++++++++

    : )

    (..o Bolsonaro ficou pequeno… na verdade do tamanho de um verme…)