Maria Frô - ativismo é por aqui

Maria Frô header image 2

Será que finalmente Bolsonaro será punido?

março 29th, 2011 by mariafro

Primeiro os deputados Brizola Neto e Jean Willys entraram com representação contra Jair Bolsonaro por suas expressões racistas e homofóbicas e de ataque aos direitos humanos e à pessoa da presidenta da República, agora a OAB RJ também tomará atitude. Bolsonaro faz escola dentro de casa, sua postura e propostas grotescas encontram eco em seus filhos que também seguiram carreira política, veja, por exemplo, a proposta do vereador Carlos Bolsonaro como solução à ‘explosão da população de moradores de rua’: esterilizá-los!) Será que finalmente veremos esta figura sem decoro ter alguma punição?

E quanto à rede Bandeirantes, uma tevê aberta, concessão pública, que põe um sujeito que incita ódio contra negros, homossexuais, defende a tortura, desrespeita a pessoa e a figura da presidenta da República, faz troça de políticas públicas como as cotas nas universidades? Qual a responsabilidade das tevês abertas? Elas podem fazer o que desejarem, desrespeitando a Constituição?

QUEBRA DE DECORO

OAB pedirá cassação de Jair Bolsonaro por declarações homofóbicas

Da Redação, Ultima Instância

29/03/2011

O presidente da OAB-RJ (Ordem dos Advogados do Brasil do Rio de Janeiro) afirmou que pedirá a cassação do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) após as declarações, consideradas racistas e homofóbicas, do parlamentar ao programa CQC, da TV Bandeirantes.

Na entrevista, veiculada na última segunda-feira (28/3), Bolsonaro disse que seus filhos não correm o risco de namorar uma mulher negra ou até mesmo virarem gays, pois “foram muito bem educados”. A resposta foi a uma pergunta da cantora Preta Gil, que já anunciou que processará o deputado por danos morais. Hoje, Bolsonaro disse que se referia ao comportamento da cantora, e não ao fato de ela ser negra.

“As declarações do deputado Jair Bolsonaro são inaceitavelmente ofensivas, pois têm um cunho racista e homofóbico, incompatível com as melhores tradições parlamentares brasileiras”, disse Wadih Damous, presidente da OAB-RJ.

A Ordem deve enviar representação à Corregedoria da Câmara dos Deputados para abertura de processo por quebra de decoro parlamentar contra o deputado. “O Congresso não merece ter em suas fileiras parlamentares que manifestam ódio a negros e gays”, afirmou Damous.

Ditadura

Em entrevista concedida hoje ao Terra Magazine, o deputado reafirmou suas posições e voltou a defender a ditadura militar. Bolsonaro criticou opositores do regime que dizem ter sido torturados pela repressão, incluindo a presidenta da República, Dilma Rousseff.

“A Dilma falou que tinha vivido 23 dias sob tortura e não falou nada. Eu não tenho o curso que eles tiveram em Cuba, na China e na Coreia do Norte sobre guerrilha tortura e terrorismo, mas se tivesse disposição para isso, em dez minutos a Dilma contaria até como ela nasceu”, disse o deputado.

Ele também repetiu críticas ao movimento de defesa dos direitos de homossexuais. “O homem é produto do meio, imagina se pega essa lei, permitindo que casais homossexuais adotem crianças? Vão fazer reserva de mercado para jovens garotos homossexuais. O filho vai crescer vendo a mãe bigoduda ou careca, o pai andando de calcinha ou a mãe de cueca”, concluiu Bolsonaro.

Confira o vídeo com a participação do deputado no programa CQC, da Band:

Tags:   · · · · · · · · · · · · 25 Comments

Leave a Comment

Current day month ye@r *

25 responses so far ↓