Maria Frô - ativismo é por aqui

Maria Frô header image 2

Myrian Rios é a prova viva de que PLC122 tem de ser aprovado com urgência

junho 27th, 2011 by mariafro

Neste post polêmico sobre as sandices de Myrian Rios que associa homossexualidade à pedofilia e é paga com dinheiro público para disseminar calúnia e difamação o leitor Roberto SP fez o seguinte comentário: “Myrian Rios é a prova maior da EXTREMA NECESSIDADE de uma lei que puna vigorosamente a homofobia”. Certamente se tivéssemos uma lei que criminalizasse a homofobia, esta senhora não poderia usar o espaço da Assembléia Legislativa pra espalhar seus preconceitos.

Possivelmente nada aconteça com ela, mas ao menos a comunidade LGBT carioca tomou uma posição. A dica do link é da Vange Leonel.

Gays pretendem denunciar Myrian Rios à Comissão de Ética da Alerj

O Globo

27/06/2011

Um dia depois de o movimento gay comprar briga com a Igreja católica ao utilizar modelos seminus caracterizados como santos na parada do Orgulho LGBT em São Paulo, Myrian Rios, ex-atriz, militante católica e deputada estadual pelo PDT do Rio, saltou para a lista de temas mais discutidos do Twitter em todo o mundo graças a um vídeo em que aparece fazendo um duro ataque ao homossexualismo. E já provocou a ira do movimento gay, que promete recorrer à Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

Myrian discursou em plenário no dia 21, quando a Alerj votava a PEC 23/2007, que incluía a orientação sexual entre as características pelas quais um cidadão não poderia ser discriminado – a proposta não foi votada por falta quórum e deve voltar à pauta em agosto. A deputada, que milita no movimento de Renovação Carismática, subiu à tribuna e atacou o projeto, exigindo o direito de demitir um “motorista gay”.

“Se eu contrato um motorista homossexual, e ele tentar, de uma maneira ou outra, bolinar meu filho, eu não posso demiti-lo. Eu quero a lei para demitir sim, para mostrar que minha orientação sexual é outra”, afirmou Myrian no discurso. “Eu na minha casa, eu tenho primos e familiares lésbicas e homens homossexuais. O que eu posso fazer? São pessoas íntimas da minha família, que eu respeito, que eu amo, oro, rezo, clamo e vou fazer o que? É a opção sexual deles. Agora não os desrespeito, não sou preconceituosa, não deixo de conversar com eles, não deixo de amá-los como seres humanos e filhos de Deus. Mas não vou permitir que por uma desculpa de querer proteger ou para que se acabe com a violência e a homofobia, a gente abra uma porta para a pedofilia.”

O vídeo foi parar no YouTube e já teve mais de 11 mil acessos. A repercussão no Twitter também foi grande, lançando a deputada para a lista de dez “trends” mais discutidos no mundo.

A reação da comunidade gay não demorou. Toni Reis, presidente da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), disse a entidade vai analisar o teor do discurso e encaminhar o caso à Comissão de Ética da Alerj.

- Ainda não ouvi o discurso todo, mas os trechos de que tomei conhecimento têm um teor fundamentalista. Ela faz parte de uma religião que já queimou gays na fogueira. Hoje ela quer queimar nossos direitos incentivando a discriminação. Fico triste, pois gostava do trabalho dela como atriz. Aliás, ela trabalhou com muitos gays na TV. Esperava que tivesse a mente mais aberta – disse ele.

O presidente da ABGLT, porém, minimizou a reação da Igreja à utilização de santos na parada gay de São Paulo. Segundo Toni Reis, o caso foi mais “de criatividade que desrespeito”.

A deputada Myrian Rios, por meio de sua assessoria, divulgou nota em que nega ter vinculado o homossexualismo à pedofilia e condenou a violência contra homossexuais, mas reiterou sua oposição à PEC 23/2007. Leia a seguir a íntegra da nota:

“Iniciei meu discurso de 21 de junho na tribuna da Alerj relatando a minha condição de católica, missionária consagrada da comunidade Canção Nova e, como tal, eu prego o respeito, o amor ao próximo, o perdão. Destaco que Deus ama a todas as pessoas, pois Ele não faz diferenciação. Em um dos trechos, afirmo: não sou preconceituosa e não descrimino.

“Repudio veementemente o pedófilo e jamais tive a intenção de igualar esse criminoso com o homossexualismo. Se entenderam desta maneira, peço desculpas. (grifos do Maria Frô) Conto na minha família com parentes e amigos homossexuais e os amo, respeito como seres humanos e filhos de Deus. Da mesma forma repudio a agressão aos homossexuais, pois nada justifica tamanha violência.

“Votei contra a PEC-23 por minhas convicções e não contra este ou aquele segmento de determinada orientação sexual.

Myriam Rios
Dep. estadual PDT”

__________
Publicidade

Tags:   · · · · · · · · · · · 14 Comments

Leave a Comment

Current ye@r *

14 responses so far ↓

  • Vcs não vão publicar meu comentário sobre o child love , nambla , rené gyon society , tom o ´carrol .
    Desculpe dizer , mas se por desonestidade omitirem esses dados , essa será a prova viva de que a PLC 122 não pode ser de maneira nenhuma aprovada . Esses grupos vão poder fazer o que bem entender e ninguém vai poder dizer nada .

  • Junior, IP: 187.41.88.35
    1) Pedofilia é crime no Brasil, independente da orientação que o pedófilo tenha;
    2) Todos os estudos a respeito descartam orientação sexual homossexual como mais aptos à pedofilia, mesmo porque a perverção do pedófilo independente da orientação é a violência contra a criança, o gênero da criança para o pedófilo é secundário
    3) Por último veja se esta reportagem, só mais uma, talvez ela responda a sua questão:
    http://mariadapenhaneles.blogspot.com/2011/06/encontrei-pessoa-perfeita-para-cuidar.html

  • Essa mulher é uma ignorante que foi eleita apenas porque aparecia na Globo e namorou com o Roberto Carlos, não vale a pena discutir com uma pessoa tão baixa, tão limitada. Precisamos evitar a eleição de pessoas assim, e isso só vai acontecer quando tivermos boa educação pública, para todos. Temos também que democratizar as concessões de canais de TV e rádio, fora rede Globo! Temos que acabar com essa indústria de mídia que cria replicantes e zumbis que repetem qualquer ignorância que a TV fala.

  • Na verdade o fato de apoiar o homesexualismo é indiretamente
    o apoio a pedofilia…provem que não é..
    ninguem vai matar homossexual…mas o que faremos com os
    pedofilos entre eles?

  • Em breve teremos gente matando homossexual e em seguida emitindo nota com pedido de desculpas aos que “entenderam errado” o ato praticado.

  • Em breve teremos gente matando homossexual e em seguida emitindo nota com pedido de desculpas pelos que “entenderam errado” o ato praticado.

  • Há várias contradições e desinformações no discurso dela: confunde homossexualidade com pedofilia, identidade de gênero; e ainda faz uma grande confusão com homossexualidade, pedofilia e identidade de gênero. Não sabe diferenciar educação sexual de orientação sexual. Ou é muito burra ou agiu de má-fé!

  • As bobagens que ela falou não podem ficar impunes! Nem vou comentar sobre o que ela disse, pois senti nojo desta senhora! Ela não DISCRIMINA ou não DESCRIMINA? Ela falou em “burrinar”? O que seria “burrinar”? Nosso dinheiro jogado no lixo mais uma vez. Bolsonaro de saias!

  • Ontem vi num canal a cabo chileno de notícias (uma espécie de globonews daqui) um debate entre representantes do movimento gay e de ongs conservadoras de direita, e um dos caras das ongs de direita mandou uma pérola quase no estilo Myrian Rios. Ele disse: “uma coisa são as relações matrimoniais como as que conhecemos hoje, que são baseadas no amor conjugal e na família, além da atração sexual como componente disso, mas outra coisa são as relações homossexuais, que são baseadas principalmente no sexo”.

  • assunto que mexe com muita gente – a sexualidade, principalmente a alheia. como será a cabeça dessa gente que se incomoda tanto sobre a vida sexual dos outros, pois é isso que se discute. Se o Estado não reconhece a união estável homossexual, por via de consequência, não os reconhece também e não os reconhecendo eles são ilegais e como tais criminosos. pois uma coisa leva a outra, Miriam Ryos demonstra através de seu preconceito e ignorância, que sua performance pessoal e política é tão medíocre quanto a sua carreira artística

  • A ignorância ou a intolerância disfarçada ou a representação artistica utilizada pela Deputada. Pedofilia é crime e não há relação alguma com orientação sexual. Assim se não for preconceito é Ignorância ou maldade,

  • Miryan Rios, em verdade, é caso de anencefalia, e não adianta desmentir as imagens e as palavras intolerantes, preconceituosas e obtusas que proferiu.
    Como pai de um adolescente gay, que amo incondicionalmente, mandei a esta abundosa ignorante uma carta aberta.
    Quem tiver interesse: prcequinel.blogspot.com.
    LGTB-fóbicos comigo, do pescoço pra baixo, serão tratados a pontapés.

  • A deputada é uma ignorante. Não sabe raciocinar sobre um tema. Fala sem pensar. É o problema da fé, não aguenta uma sessão de interrogatório lógico. Cairá sempre em em contradição. O negócio é educar, não distribuir índices, diplomas e títulos. Somente com educação de qualidade o Brasil ficará livre de políticos desse naipe, de eleitores que elegem este tipo oportunista de político, de pensamentos reacionários e comportamentos homofóbicos. Apoio a lei mas acredito que não vai resolver o problema. O homofóbico simplesmente externa o que está no seu íntimo covarde. É um invejoso da felicidade alheia e tem medo do que pensa e se materializa no outro.

  • Depois dessa resposta, só posso concluir que ela é burra ou cínica ao extremo. Ainda não decidi.