Maria Frô - ativismo é por aqui

Maria Frô header image 2

Polícia do Paraná que agride estudantes da UNILA e é desmentida por vizinhos

junho 5th, 2012 by mariafro

[blackbirdpie url="http://twitter.com/emerluis/statuses/210104007014875136"]

No início da madrugada de 3 de junho, a PM militar invadiu uma das moradias de alunos da UNILA. Alegando erroneamente que o som estava alto, os policiais agrediram alunos e alunas indiscriminadamente. Levando 8 deles detidos.

A velha mídia sensacionalista que cultura a violência, compra e vende a versão policial mais uma vez. No entanto, os universitários tinham às imagens da câmera de segurança da moradia que, mostram o abuso de poder da Polícia Militar.

_____________
Publicidade

Tags:   · · · · · 3 Comments

Leave a Comment

Current ye@r *

3 responses so far ↓

  • Caro Anderson contem comigo.
    abraços

  • Obrigado por divulgar essa informação Conceição. Tive o prazer de falar com você e outros blogueiros no Encontro de Blogueiros aqui em Foz do Iguaçu e ainda estivemos no mesmo passeio nas Cataratas. O que os alunos da Unila estão sofrendo aqui, é uma verdadeira perseguição por parte da imprensa golpista, inclusive da emissora do Ratinho, aquela merda de Rede Massa. Antes mesmo de averiguarem os fatos saíram por aí condenando os alunos. Alguns jornais que haviam feito o mesmo voltaram atrás, no entanto, eles continuam com essa tentativa de difamar, os alunos. O pior é que a população de Foz do Iguaçu não só acredita nessa versão mentirosa como também demonstra certa ‘aversão’ aos estudantes estrangeiros. É muito comum ouvir coisas do tipo “Esses estrangeiros tem que voltar pros seus países”, “acham que aqui é o lugar de onde eles vêm”. Estamos nos mobilizando mas o apoio de pessoas como você é fundamental. Abraço.

  • Polícia e Universidade é preciso uma demonstração, uma explicação em separado de cada profissão para depois que as juntarmos, só para comparação, porque senão confusão, e das grandes, e da parte da polícia, todas as vezes, covardia, mentira e ódio, e da parte da polícia. Porque universidade, foruns de debates intelectualizados, movimentos artísticos, encontros de cúpulas internacionais para debater temas de importância mundial é lugar para polícia especializada, Policia Federal, FBI, Interpool, já a polícia militar é treinada para ficar no máximo lá fora para manter fora do cordão de isolamento os mais exaltados. É questão do porque da existência de cada um, todos são importantes dentro de suas responsabilidades.
    Como disse antes vou explicar quem é um e outro, polícia e estudante para que no mínimo quem dirige nossas universidades não permitam mais esta mistura.
    Primeiro: Policial é o ser humano treinado para defender a sociedade de individuos de alta pecuriladade que mata qualquer um, inclusive estudantes, em um piscar de olhos. E por tanto e para tanto no Brasil, ainda, ele é treinado armado de arma de fogo para ser truculento, mal educado, violento, torturador psicológico com intimidações para não serem denunciados como torturadores físicos quando o são e prontos, salvo rararas exceções, para matar sem nenhuma compaixão, eu, você, seu pai, seu filho, nossos alunos, professores, pesquisadores e qualquer um que às vezes os olhe de maneira que não lhes agrade. O resto que disserem é fantasia, pura utopia.
    Não é merecedor do favo de mel aquele que evita a colméia porque as abelhas têm ferrões.
    William Shakespeare
    Agora o segundo, o estudante, o aluno, pego emprestado um poema também de William Shakespeare:

    Soneto 15

    Quando penso que tudo o quanto cresce
    Só prende a perfeição por um momento,
    Que neste palco é sombra o que aparece
    Velado pelo olhar do firmamento;

    Que os homens, como as plantas que germinam,
    Do céu têm o que os freie e o que os ajude;
    Crescem pujantes e, depois, declinam,
    Lembrando apenas sua plenitude.

    Então a idéia dessa instável sina
    Mais rica ainda te faz ao meu olhar;
    Vendo o tempo, em debate com a ruína,

    Teu jovem dia em noite transmutar.
    Por teu amor com o tempo, então, guerreio,
    E o que ele toma, a ti eu presenteio.
    William Shakespeare
    Repetindo:
    Não é merecedor do favo de mel aquele que evita a colméia porque as abelhas têm ferrões.
    William Shakespeare
    Conclusão: Policia militar em qualquer entidade estudantil e inclusive universidades é caso de Justiça e Policia Federal. Tanto para a Policia Militar quanto principalmente para a autoridade estudantil que os convoncou ou permitiu a sua intervenção.
    José da Mota Leite Neto.