PT protocola requerimento para ouvir Serra na CPI do Cachoeira

Maria Frô
Por Maria Frô junho 12, 2012 12:06 Atualizado

Por sugestão de Henry Chevalier, via Facebook

PT protocola requerimento para ouvir Serra na CPI do Cachoeira

Jornal do Brasil, com Portal Terra

11/06/2012

O Partido dos Trabalhadores quer ouvir o ex-prefeito de São Paulo José Serra sobre os contratos firmados entre a Prefeitura da referida cidade com a construtora Delta. Para isso, um requerimento foi apresentado, na semana passada, para ouvir o ex-prefeito na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Cachoeira.

A proposta, cujo autor é o deputado Dr. Rosinha (PT-PR), inclui também o ex-diretor da empresa Desenvolvimento Rodoviário (Dersa) Paulo Vieira, conhecido como Paulo Preto. Durante a campanha eleitoral de 2010, Paulo Preto foi alvo de denúncias sobre um suposto esquema de corrupção em obras viárias do governo paulista. Segundo reportagem da revista Isto É, Vieira teria fugido com R$ 4 milhões arrecadados para a campanha de Serra ao Palácio do Planalto. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, o engenheiro negou ter arrecadado recursos para o PSDB, mas disse ter criado as melhores condições para que houvesse aporte de recursos em campanha, ao dar a palavra final e fazer os pagamentos no prazo às empreiteiras terceirizadas que atuaram nas grandes obras de São Paulo.

De acordo com o autor do requerimento, a proposta não precisa ter apreciação imediata pelos deputados. “Pretendo fazer o debate ao longo da CPI”, afirmou. Questionado sobre um possível interesse eleitoral no pedido para ouvir Serra, pré-candidato do PSDB à prefeitura paulistana, Dr. Rosinha reconheceu que é normal haver controvérsias em uma comissão parlamentar. “Sempre há disputas políticas. Essa CPI não é diferente”, declarou.

Procurada, a liderança do PSDB na Câmara dos Deputados não quis comentar o caso. Já o presidente nacional do partido, deputado federal Sérgio Guerra (PSDB-PE), criticou a proposta do colega petista. “Trata-se de uma proposta indecente. Um factóide demagógico de quem não quer investigação, mas confusão”, disse.

Carlinhos Cachoeira

Acusado de comandar a exploração do jogo ilegal em Goiás, Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, foi preso na Operação Monte Carlo, da Polícia Federal, em 29 de fevereiro de 2012, oito anos após a divulgação de um vídeo em que Waldomiro Diniz, assessor do então ministro da Casa Civil, José Dirceu, lhe pedia propina. O escândalo culminou na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Bingos e na revelação do suposto esquema de pagamento de parlamentares que ficou conhecido como mensalão.

Escutas telefônicas realizadas durante a investigação da PF apontaram contatos entre Cachoeira e o senador democrata Demóstenes Torres (GO). Ele reagiu dizendo que a violação do seu sigilo telefônico não havia obedecido a critérios legais.

Nos dias seguintes, reportagens dos jornais Folha de S.Paulo e O Globo afirmaram, respectivamente, que o grupo de Cachoeira forneceu telefones antigrampos para políticos, entre eles Demóstenes, e que o senador pediu ao empresário que lhe emprestasse R$ 3 mil em despesas com táxi-aéreo. Na conversa, o democrata ainda vazou informações sobre reuniões reservadas que manteve com representantes dos três Poderes.

Pressionado, Demóstenes pediu afastamento da liderança do DEM no Senado em 27 de março. No dia seguinte, o Psol representou contra o parlamentar no Conselho de Ética e, um dia depois, em 29 de março, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski autorizou a quebra de seu sigilo bancário.

O presidente do DEM, senador José Agripino Maia (RN), anunciou em 2 de abril que o partido havia decidido abrir um processo que poderia resultar na expulsão de Demóstenes, que, no dia seguinte, pediu a desfiliação da legenda, encerrando a investigação interna. Mas as denúncias só aumentaram e começaram a atingir outros políticos, agentes públicos e empresas.

Após a publicação de suspeitas de que a construtora Delta, maior recebedora de recursos do governo federal nos últimos três anos, faça parte do esquema de Cachoeira, a empresa anunciou a demissão de um funcionário e uma auditoria. O vazamento das conversas apontam encontros de Cachoeira também com os governadores Agnelo Queiroz (PT), do Distrito Federal, e Marconi Perillo (PSDB), de Goiás. Em 19 de abril, o Congresso criou a CPI mista do Cachoeira.

Leia também:

Editorial de O Globo passa recibo para a blogosfera, sai em defesa de Veja, Policarpo e de seus próprios interesses

Jornal da Record: Inquérito da PF aponta ligação suspeita entre Cachoeira e revista Veja

Record: Documentos da PF mostram que Veja atendia a interesses de Cachoeira

Demóstenes, o ‘professor’ Cachoeira, Veja e as tramóias pra derrubar Dilma

Mino Carta desafia Civita

Quem quer melar a CPI? Recados de todos os lados… A quem servem?

Não é Demóstenes que é convicente é você que quer ser enganado

A pedido de Cachoeira, Demóstenes usa suas relações para transferir presos acusados de pertecer a grupo de extermínio

E começou a CPI. Começou quente, apesar de tanta Cachoeira

Veja Cascateira

UIA! Para Folha, agora, Cachoeira é ‘superbicheiro’ e ombudskvinna diz que imprensa deve revelar sua relação com ele

A pedido de Cachoeira, Demóstenes usa suas relações para transferir presos acusados de pertencer a grupo de extermínio

Velha mídia venal nunca se conciliará com o esquerdismo, mesmo o envergonhado do PT

Serra – Protagonista da Privataria tucana-, apoiado por réu do ‘mensalão’, usa ‘mensalão’ contra PT em horário eleitoral

Miguel Baia: Íntegra da matéria da CartaCapital: O triste fim de Policarpo [e da Veja?]

Leandro Fortes: O TRISTE FIM DE POLICARPO JR.

MST ocupa fazenda do bicheiro Carlinhos Cachoeira no DF

Íntimas relações entre Policarpo Jr., o bicheiro Carlinhos Cachoeira e o senador cassado Demóstenes Torres

Condenado pela mídia: uma retrospectiva das capas de Veja sobre “Mensalão”

Veja, cara de pau, agora é ‘ativista da democratização das comunicações’

No que Cachoeira transformou o jornalismo em Brasília

Quando leitores sentem vergonha alheia de jornalistas: Noblat e o “foi para mim os xingamento”

Comentário no blog de Noblat assinado como sendo do filho de Sepúlveda Pertence nega as declarações do blogueiro sobre Tóffoli

Como a campanha neojanista pró-vassouras, o circo midiático do julgamento da AP470 miou

Nem Noblat respeita Gilmar “Dantas”

Leandro Fortes: A Idade Mendes

Gilmar diploma Marconi e Demóstenes diz que Perillo não precisava de diploma, mas é exemplo

Gilmar Mendes se acha a própria instituição da Justiça!

Leandro Fortes: Nos rincões dos Mendes

Na sua exaltação, o ministro Gilmar Mendes ainda não reparou que tem municiado quem queira atacá-lo

Joaquim Barbosa para Gilmar Mendes “Vossa Excelência está destruindo a Justiça deste país”

Collor volta a apontar as relações entre o bicheiro Cachoeira e o PGR Gurgel

Policarpo Jr. e Veja pediram grampo ilegal a Cachoeira

Dr. Rosinha: “Policarpo usou, foi usado ou era da quadrilha de Cachoeira.”

Leandro Fortes: É FANTÁSTICO: O SEQUESTRO DA NOTÍCIA ALHEIA

PT protocola requerimento para ouvir Serra na CPI do Cachoeira

____________
Publicidade

Comentários

Comentários

Maria Frô
Por Maria Frô junho 12, 2012 12:06 Atualizado
Escrever um comentário

5 Comentários

  1. Victor Farinelli junho 12, 17:46

    Agora tá ficando séria a brincadeira.

    Reply to this comment
  2. Edson junho 13, 20:53

    O Cachoeira é dono de uma fábrica de genéricos em Goiás, pelo que entendi. Genéricos… Serra… Será que não é o caso de procurar por ali?

    Reply to this comment
  3. Nei Oliveira junho 14, 15:20

    É essencial a luta contra a maior quadrilha que já houve no Brasil.
    A corrupção que rouba a população brasileira, assaltando o País e que vem desviando recursos que são investidos em educação, saúde, moradia, infra-estrutura, criação de empregos, transporte, eliminação da miséria, urbanização e muitas coisas mais.
    O juiz Tourinho Neto quer soltar o bandido Cachoeira e ainda anular as operações da Polícia Federal, autorizadas pela Justiça.
    Basta de ficarmos só falando; vamos para a luta contra os ladrões bilionários apoiados por magistrados, senadores, deputados, partidos políticos e a “grande” imprensa, chamada PIG!!!!!
    Existe petição na Avaaz para brecar a chicana do meretissimo.

    http://www.avaaz.org/po/petition/Proteger_o_Brasil_dos_corruptores_e_corruptos_juiz_do_DF_quer_anular_as_operacoes_da_PF_contra_a_quadrilha_Cachoeira/?launch

    VAMOS BOTAR MILHÕES DE ASSINATURAS!!!!!
    É SÓ O COMEÇO, SE CONTINUAR ASSIM VAMOS PRECISAR FAZER COISA MUITO MAIS SÉRIA…

    Reply to this comment
  4. Nei Oliveira junho 14, 16:01

    nova ashtag no twitter:

    #tourinhonetoquerlivrarKaxoeira

    Reply to this comment
Visualizar Comentários

Escrever um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios estão marcados com*

ajude a manter o Maria Frô!

BANCO: CEF, nº 104
AGÊNCIA:  4138
OP: 013 (para depósitos feito entre a própria CEF)
CONTA : 24110-9

Fórum Semanal

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Seja amigo do Barão

Seja amigo do Barão

Posts

junho 2012
D S T Q Q S S
« mai   jul »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930