Erundina faz PT lembrar do PT anti-Maluf

Maria Frô
Por Maria Frô junho 21, 2012 00:37

Por Ricardo Kotscho, em seu blog

 

Publicado em 20/06/12 às 11h36

 erundina Erundina faz PT lembrar do PT anti Maluf

Crédito: Alexandre Moreira/AE

Em menos de uma semana, a ex-petista Luiza Erundina teve dois gestos de grandeza. Primeiro, ao aceitar entrar como vice na chapa do partido do qual tinha sido expulsa. Cinco dias depois, ao deixar o posto por discordar da forma como o PT fechou a aliança com o PP num pomposo beija-mão que levou Lula e Fernando Haddad à mansão de Paulo Maluf.

“É demais para mim”, protestou Erundina, ainda na segunda-feira, ao ver as imagens do sorridente encontro nos jardins daquele que já foi o inimigo público número um do PT. Para quem conhece esta nordestina arretada de opinião própria, era previsível o desenlace, como comentei na mesma noite no Jornal da Record News.

Primeira prefeita eleita pelo PT em São Paulo, em 1988, Erundina derrotou e depois foi derrotada por Paulo Maluf ao tentar a reeleição. Para ela, mulher humilde e partidária, não tinha problema nenhum aceitar ser candidata a vice indicada pelo PSB para um cargo do qual já foi titular, mas subir num palanque de mãos dadas com Maluf era algo que sua dignidade não tolerava.

Foi isso o que ela comunicou ao presidente do partido, o governador pernambucano Eduardo Campos, sem dar margens para negociações. Com ela, não tem negócio: Erundina é do tempo em que tudo tinha limites.

Aos 77 anos, a deputada federal Luiza Erundina, que eu conheço e admiro desde os primórdios do PT, sabe que neste mundo poucos podem muito, a maioria não pode nada, ninguém pode tudo.

O jornalista Frederico Branco, um dos meus mestres na velha redação do “Estadão”, me ensinou uma sábia lição, quando eu ia fazer alguma coisa errada: “Meu filho, tem coisa que pode e tem coisa que não pode”. Simples assim.

Ficar de gracinha com Maluf, por exemplo, não pode. O problema com ele não é só de diferenças políticas e ideológicas. Acima de tudo, é moral e, mais do que isso, policial. Procurado pela Interpol em todo o mundo, acusado do desvio de milhões e milhões de dinheiro público, o dono da mansão não serve de companhia para quem passou a vida o denunciando.

Com seus gestos de grandeza em dois atos, Luiza Erundina lembrou ao PT de hoje dos tempos em que seus líderes chamavam o ex-governador e ex-prefeito cevado pela ditadura de “ladrão” e “nefasto”, e a militância ia às ruas com as bandeiras vermelhas para denunciar as práticas do malufismo.

Mais parecendo um coadjuvante da sua própria campanha, o candidato Fernando Haddad, que nunca teve uma militância partidária, sentiu na própria pele ontem à noite os efeitos da entrada de Maluf e da saída de Erundina.

Logo após a desistência da candidata a vice, num encontro com militantes petistas na associação dos moradores de Vila Rica, na zona leste, segundo relato do repórter Bernardo Mello Franco publicado na “Folha” desta quarta-feira, o próprio Haddad deu a notícia no microfone : “A Erundina falou que vai nos apoiar, mas não vai ser mais a vice”.

A frustração foi geral, como se pode constatar nas declarações de alguns militantes citados na matéria.

Josefa Gomes, 75, pensionista: “A gente fica muito decepcionada, né? O povo daqui ama a Erundina. Maluf, não, pelo amor de Deus”.

Maria de Fátima Souza, 64, confeiteira: “Se for para perder a eleição, a gente tem que perder de cabeça erguida. Não com o Maluf. Eu sou limpa. Você acha que vou dar o braço a ladrão?”

Este é o PT velho de guerra, que pensa como Luiza Erundina, e nunca vai aceitar Paulo Maluf.

Em tempo: A deputada Luiza Erundina confirmou agora à tarde entrevista ao vivo noJornal da Record News, comandado por Heródoto Barbeiro, que vai ao ar às 21 horas desta quarta-feira.

Correção: Como me alertaram os leitores, cometi um engano ao dizer que Erundina disputou a reeleição e perdeu para Paulo Maluf. Naquela época não havia reeleição. Quem disputou a sucessão de Erundina pelo PT, e acabou derrotado por Maluf, foi Eduardo Suplicy.

Comentários

Comentários

Maria Frô
Por Maria Frô junho 21, 2012 00:37
Escrever um comentário

11 Comentários

  1. Ivan Monte junho 21, 00:50

    Precisava ela correr para os braços da Veja, Globo, FSP, Estadão e UOL? em 24 horas ela já deu 150 entrevistas, virou a heroína do PIG. Perdeu mais que o Lula…

    Reply to this comment
  2. José da Mota junho 21, 07:16

    Interessante a coincidência das fotos e das manchetes da matéria de Luíza Erundina ao lado ou acima da de Delfim Neto na Carta Capital. E quem acompanhou a política brasileira na época em que Delfim Neto foi ministro da direita e hoje é um dos aliados do PT não compreende essa repulsa de Erudina, tardia por sinal, porque veio mais de vinte e quatro horas depois, repelir Paulo Maluf. Prova ela que retroage, retrógrada é, a concretização da “Esquerda Burra”. E a configuração de uma pessoa tresloucada e traidora.
    Parte 2: Que na comissão da verdade age cheia de ódio e rancor, vingativa. Invertesse o caso e lhe dessem poder absoluto sabe-se lá qual seria o tamanho da maldade de sua vingança sob o ardor do fogo de seu ódio.
    Toda a concentração de energia que pulsa em explosão nas suas decisões entre um sim e um não são as mesmas, volátil alguém definiria. Um perigo para a sociedade analisariam, pois aparentemente o que se menos levou em conta em sua decisão foi a melhoria para o povo.
    Parte 3: Uma faísca que por um tempo riscou o céu com luz e se apagou, para sempre. Com petulância de desesperada defesa a Estrela Guia com seus argumentos apagou. Lula-lá passou dos limites, disse, pelo povo. Luíza Erundina melhor do que ele moralmente se achou. Seria o mesmo que dizer.
    Parte 5: Quem és tu Lula Estrela Guia diante de apagado risco no céu que um dia pouca luz lançou? Ainda obrigado, Lula, a ouvir o que não é nada em qualquer espaço, além de escuridão. Ousar dizer que quem passou dos limites foi tú, Lula-lá, ainda estrela guia brilhante no céu do coração do povo brasileiro.
    E quem és tu Erundina para para falar o que quer que seja do Lula e criar-lhe problemas para a eleição de São Paulo. Dizendo inclusive que ele foi longe de mais?
    E você para onde foi? Onde esta? E se foi e chegou a algum lugar, foi por quem? Por mérito político seu? E se, o que fez para merece-lo? Quem é você como liderança para o nosso país?
    Foi prefeita de São Paulo nas costas de quem? De sua liderança política de nada e de ninguém como é até hoje, ou por Zé Dirceu, Lula, Suplicys e PT?
    Que arrogância é essa para se achar com o direito de desistir dizendo que foi porque o Lula foi longe nessa ao coligar-se como o partido de Paulo Maluf? E ainda querer atrapalhar Lula e PT, isso tem nome, é covardia e traição! Típico de um tresloucada.
    Mas estranhamente só se decidir depois de mais de 24hrs?
    Pergunte-se a si mesma, quem sou eu? O que represento para o meu país como pessoa e política? Que falta eu faço para o Brasil? Antes de arrogar-se ao que quer que seja. Por que senão a pergunta quantos Malufs valem uma Erundina que fizeram na Carta Capital pode ser respondida por você mesma, e você com toda a certeza já se deu mal.
    José da Mota.

    Reply to this comment
  3. reinaldo bordon carletti junho 21, 09:57

    agora ela virou marina da silva do pig recente. se pensar, ela deu um tiro no proprio pé. que tenha a dignidade de sair da comissão do marco regulatório das comunicações, já que se aliou a quem quer destruir o pais.
    reinaldo carletti

    Reply to this comment
  4. Mauro Alves da Silva junho 21, 12:12

    http://blogdomaurosilva.files.wordpress.com/2012/06/haddad_maluf_lula.jpg

    Mais uma gafe do ex-presidente Lula, ignorando completamente tudo o que Maluf representa na cidade de São Paulo.

    continua…

    São Paulo, 21 de junho de 2012.
    Mauro alves da Silva

    http://blogdomaurosilva.wordpress.com/

    Reply to this comment
  5. Mauro Alves da Silva junho 21, 14:41

    http://blogdomaurosilva.files.wordpress.com/2012/06/haddad_maluf_lula.jpg

    Maluf, Haddad e Lula na corrida eleitoral da cidade de São Paulo.

    Mais uma gafe do ex-presidente Lula, ignorando completamente tudo o que Maluf representa na cidade de São Paulo.

    Reply to this comment
  6. Pedro Cruz junho 21, 21:52

    Vamos parar de hipocrisia. Não se trata de ser puro ou não puro. Se trata de coerência. Não se pode ser vice de uma coligação apoiada por Maluf. Nem que seja a melhor, segundo ela mesma. Agora, pode ser deputada de um partido como o PSB paulista, a fina flôr da ética. Nós conhecemos o PSB paulista???Quem são???Onde está a coerência?? Pode ir para a veja, PARA A VEJA, dar entrevista. Onde está a coerência??? Parem de hipocrisia. Eu quero derrotar a grande imprensa e o PSDB. Eu não quero ver mais o PSDB e a grande imprensa destruir São Paulo.

    Reply to this comment
  7. Pedro Cruz junho 21, 22:07

    Quem tá dirigindo o processo é o LULA, O LULA, o grande LULA, o melhor PRESIDENTE que este país já teve. O melhor político que este país já teve. O “CARA” que sabe tudo. E tambem, o maior e o MELHOR partido que este país já teve, O PT. Por êles eu pulo no precipicio. Tem mais, EU NÃO AGUENTO MAIS OS DA PRIVATARIA E A GRANDE IMPRENSA. Imaginem derrotar a grande imprensa e o PSDB em São Paulo. Não vale a pena??? Lógico que vale!!! LULA pisou na bola?? Que nada. O “CARA” conhece tudo, tudo.

    Reply to this comment
Visualizar Comentários

Escrever um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios estão marcados com*

ajude a manter o Maria Frô!

BANCO: CEF, nº 104
AGÊNCIA:  4138
OP: 013 (para depósitos feito entre a própria CEF)
CONTA : 24110-9

Fórum Semanal

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Seja amigo do Barão

Seja amigo do Barão

Posts

junho 2012
D S T Q Q S S
« mai   jul »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930