Serra, para variar, fugindo do povo, campanha só pela tv

Maria Frô
Por Maria Frô julho 20, 2012 14:38 Atualizado

PSDB  evita expor Serra até início do horário na TV

Partido escala aliados para substituir candidato em caravana por São Paulo

Alckmin, Kassab e Afif se revezarão para dosar aparições do tucano e evitar embates antes da propaganda eleitoral

Por DANIELA LIMA DE SÃO PAULO, na Folha
A coordenação da campanha de José Serra (PSDB) à Prefeitura de São Paulo montou uma agenda paralela à do candidato para minimizar a exposição do tucano até o início da propaganda eleitoral na TV e no rádio.

A campanha alternativa começará a partir de 1º de agosto e contribuirá para “dosar” as aparições do candidato, sem passar a impressão de marasmo na programação.

O governador Geraldo Alckmin (PSDB), o prefeito Gilberto Kassab (PSD) e o vice-governador, Guilherme Afif, se alternarão na tarefa de substituir Serra em eventos diários, das 19 h às 21h. O vice de Serra, Alexandre Schneider, sempre os acompanhará nos palanques.

A “caravana sem Serra” vai visitar os 96 distritos paulistanos. E enquanto Alckmin, Kassab e Afif se revezarão em eventos diários, Serra deverá fazer, em média, três eventos de rua por semana.

Quando as principais emissoras de TV começarem a fazer cobertura diária da campanha, a partir de 7 de agosto, os tucanos mesclarão eventos de rua com encontros fechados com temáticas sociais, como educação, saúde e mobilidade.

Com isso, a campanha tucana tenta evitar que o chamado “clima eleitoral” esquente na cidade antes do início do horário eleitoral. E restringir o espaço para Serra ser confrontado, via imprensa, com ataques de seus adversários na disputa eleitoral.

Serra, que lidera as pesquisas de intenção de voto, tem rejeição de 35% e já é conhecido por 99% dos eleitores. O candidato que ele considera o principal rival, Fernando Haddad (PT), vive cenário inverso: tem baixa rejeição, mas apenas 52% dos eleitores dizem saber quem ele é.

“Nós vamos fazer dois tipos de campanha: uma com o candidato e outra sem ele. Essa mobilização deve ir ganhando força e energia com o tempo”, afirmou o coordenador-geral da campanha Edson Aparecido.

Segundo ele, o “auge da mobilização” vai coincidir com o início da propaganda eleitoral na TV e no rádio.

Até ontem, por exemplo, Serra não havia divulgado agenda nesta semana. Porém, visitou pontos da cidade para gravar imagens para o seu programa eleitoral.

____________
Publicidade


Comentários

Comentários

Maria Frô
Por Maria Frô julho 20, 2012 14:38 Atualizado
Escrever um comentário

6 Comentários

  1. Victor Farinelli julho 20, 14:59

    A campanha do Serra na rua é feita pelos “manifestantes” “sem partido”.

    Reply to this comment
  2. Maria José dos Santos Rêgo julho 20, 15:18

    Acho que o PSDB está mesmo é com vergonha do Serra.

    Reply to this comment
  3. Gerson Carneiro julho 20, 20:20

    E ainda tem o gibi do Zé Bostinha.

    Reply to this comment
  4. Gerson Carneiro julho 20, 20:26

    Você eleitor do Serra, mate a saudade do seu candidato. Ele fará um comício na tv nesta madrugada no intervalo do “Fala que eu te escuto”.

    Reply to this comment
  5. José da Mota julho 21, 15:03

    Artigo publicado em meu blog http://josedamota.blogspot.com.br/ sob o título “José Serra, assim comoo vai, vira José Morrinho.”:
    José Serra assim como vai também nas pesquisas, vira José Morrinho.
    O que é mais impressionante é que aquele que não tem nada a ver com o Brasil e com São Paulo segundo o livro Privataria Tucana, devaneia em ser eleito prefeito de São Paulo. Baseado em um índice histórico de 30% de eleitores votarem no PSDB, ele, o José Serra já para quase José Morrinho do tanto que vem diminuindo em prestigio político, em termos de candidatura, como o próprio PSDB Paulistano. Fecham os olhos para o que esta às claras para todos. PSDBista não é burro, se o seu candidato não atende as suas expectativas ele vota em outro. O que segundo as pesquisas o pior já vem acontecendo, seu índice de rejeição só aumenta e na pesquisa espontânea ele caiu 13%. Esta é o que conta realmente, as outras são medições para manter as esperanças eleitorais para aqueles que já perderam, e não fossem elas, tais esperanças, as eleições perderiam a graça totalmente.
    Os dados acima são da pesquisa Datafolha divulgada hoje, Ele manteve as intenções de voto do PSDB nos 30%. O índice de rejeição aumentou assustadoramente em tão pouco tempo, de 30%, segundo a sondagem de março do mesmo instituto, para 37%. E o que vale mesmo, a intenção de voto espontânea, que os especialistas afirmam é a consistência para medir as tendências eleitorais. Ele, José Serra caiu de 13% para 9%.
    José da Mota.

    Reply to this comment
Visualizar Comentários

Escrever um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios estão marcados com*

ajude a manter o Maria Frô!

BANCO: CEF, nº 104
AGÊNCIA:  4138
OP: 013 (para depósitos feito entre a própria CEF)
CONTA : 24110-9

Fórum Semanal

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Seja amigo do Barão

Seja amigo do Barão

Posts

julho 2012
D S T Q Q S S
« jun   ago »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031