Texto Leandro Beguoci: Rolezinho e a desumanização dos pobres retirado do Maria Frô

Maria Frô
Por Maria Frô janeiro 15, 2014 12:01 Atualizado

Há pessoas que ainda não entenderam como funciona a blogosfera: na rede, respeitando-se as devidas citações e links o mais importante é a circularidade.

Textos do Maria Frô são republicados em dezenas de sites. O Maria Frô é creative commons.

O texto de Leandro Beguoci: Rolezinho e a desumanização dos pobres por ser publicado no Maria Frô suscitou um novo texto do professor Wagner Iglesias: Quem é dono dos pobres, afinal? 

Divulguei o texto de Leandro nas redes sociais e republiquei no blog por sugestão de um leitor (via Facebook) e certamente os leitores do Maria Frô conheceram a produção de Leandro e o site onde o texto foi publicado. 

No entanto o editor do site OENE disse num comentário no blog que ‘copiei o texto’ (texto com autoria, e linkado para o site original). Há uma imensa distância em copiar e republicar um texto.

Wagner Iglecias em seu texto no qual dialoga com Leandro pergunta quem são donos dos pobres, pelo visto a ideia de propriedade é quase uma fixação em algumas cabeças, não apenas nas dos donos dos shoppings e dos leitores reacionários que acham que os shoppings estão corretos em expulsar meninos da periferia.

Segue a intimação do editor do OENE:

Enfim, o rapaz está no seu direito de propriedade e quem quiser ler os textos do site que vá pra lá.

Leia também

Wagner Iglesias: Quem é dono dos pobres, afinal?

“Há uma tendência de perceber os jovens pobres a partir de três perspectivas: a do bandido, a da vítima e a do herói.”

“Rolezinhos” se espalham pelo País: teremos as jornadas de janeiro?

Vitor Teixeira: Rolezinho e o Apartheid

A classe C da Era Lula vai ao shopping, a burguesia reage e a PM capitão do mato faz o serviço sob a proteção da Justiça!

O shopping center – caixa fechada à paisagem urbana e negação da rua – tem papel central na morte da cidade

Jovens negros são hostilizados e humilhados no shopping Parangaba, Fortaleza

Haddad não criminaliza os rolezinhos e sabe que jovens precisam de mais espaços públicos

Associação Brasileira de Shopping Centers consegue censurar páginas de rolezinhos no Facebook

Leandro Beguoci: Rolezinho e a desumanização dos pobres 

Comentários

Comentários

Maria Frô
Por Maria Frô janeiro 15, 2014 12:01 Atualizado
Escrever um comentário

12 Comentários

  1. marcio ramos janeiro 15, 15:36

    … lúcido!

    Reply to this comment
  2. Oene janeiro 16, 14:44

    Olá, você copiou este texto sem autorização do autor. Poderia fazer o favor de retirá-lo do ar o quanto antes? Obrigado!

    Reply to this comment
  3. Waldir janeiro 16, 20:52

    Todas as vezes que li o nome do rapaz meu cérebro teimou em substituir o “g” existente no sobre nome por um “r”. Que coisa esquisita, né?

    Reply to this comment
  4. Juan Lourenço janeiro 16, 22:20

    Sem autorização, o máximo que se poderia fazer é copiar o trecho inicial e linkar para que o leitor siga para continuar lendo no site original. Pra copiar inteiro só com autorização…

    Reply to this comment
  5. Tuka janeiro 16, 23:41

    Eu sempre acho que copiar um texto é uma maneira preguiçosa de homenagear quem escreveu, pois você concorda com tudo que foi dito. Mas no mundo da internet é não é assim que funciona. Vc está roubando os pageviews do cara, é isso que sustenta o blog do cara.
    Se vc concorda com tudo que ele disse, simplesmente compartilhe o link pro blog dele.
    Agora, falar que você faz isso pois varias pessoas também fazem esse erro, só te torna mais uma pessoa errada.

    Reply to this comment
    • mariafro Author janeiro 17, 12:32

      Tuka e Juan:
      É raro isso acontecer, nem conheço o site original, um leitor sugeriu o texto. Desde 2005 esta é a segunda vez que retiro um texto do ar por este motivo.
      O Blog da Maria Frô segue a seguinte linha:
      1) tem produção de conteúdo (como não é um blog comercial não posso dedicar 100% do tempo à blogosfera) daí a produção do conteúdo segue conforme minha agenda, muitas vezes rouba muito tempo;
      2) é um blog aberto para a publicação de textos de outros autores com colaboradores também eventuais;
      3) é um espaço de ativismo dos movimentos sociais e recebe inúmeras demandas de publicação, às vezes de produção.
      4) O blog é creative commons, qualquer um pode pegar o conteúdo produzido por mim e republicar, desde que se respeite citação de autoria e link para a postagem de origem.
      Blogs comerciais tem publicidade, contratos, quem dera que houvesse isso para o Maria Frô poderia dedicar muito tempo a ele.
      Não retiro uma linha da crítica que fiz ao Pedro Burgos ele me acusou de copiar, pelo amor, o texto tinha autoria, link para o original, eu ajudei a divulgar o texto antes mesmo de republicá-lo no meu blog. Sou autora, respeito direito autoral, o que Pedro argumenta é um argumento burro sim, qualquer blogueiro, internauta com um mínimo de canja sabe que a circularidade dos textos num país de monopólio midiático é uma das poucas formas de arranharmos o bloqueio do discurso único.
      Não é mentira também o fato que o texto de Wagner Iglecias http://mariafro.com/2014/01/16/wagner-iglecias-quem-e-dono-dos-pobres-afinal/ só aconteceu porque publiquei o texto do Leandro no Maria Frô.
      Enfim, acho a atitude de Pedro meramente comercial com a desculpa de proteção de direito de autor. Direito de autor ninguém tira, nem depois de morto, Shakespeare será autor de Romeu e Julieta até existir a espécie humana, direito patrimonial também não está sendo ferido porque não ganho um único centavo publicando ou não o texto de quem quer que seja.
      A política do Maria Frô não irá mudar: continuarei a permitir que os meus textos circulem livremente sem que ninguém precise me pedir autorização respeitando-se os créditos e o link para o texto original; continuarei a republicar textos importantes para o debate e obviamente jamais replicarei um texto do referido site. Abs
      Por último, o meu texto sobre o assunto http://mariafro.com/2014/01/13/a-classe-c-da-era-lula-vai-ao-shopping-a-burguesia-reage-e-a-pm-capitao-do-mato-faz-o-servico-sob-a-protecao-da-justica/ já teve 8 mil k só via Facebook, o do Leandro, como eu própria já havia circulado no face não chegou nem a 500 acessos, ou seja, a única coisa que Pedro Burgos ganhou foi nunca mais ter espaço no Maria Frô.

      Reply to this comment
Visualizar Comentários

Escrever um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos obrigatórios estão marcados com*

ajude a manter o Maria Frô!

BANCO: CEF, nº 104
AGÊNCIA:  4138
OP: 013 (para depósitos feito entre a própria CEF)
CONTA : 24110-9

Fórum Semanal

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Seja amigo do Barão

Seja amigo do Barão