Maria Frô - ativismo é por aqui

Maria Frô header image 4

Produção do Pré-Sal bate novo recorde, apesar da mídia tucana

julho 4th, 2014 by mariafro
Respond

Arnaldo Marques comentando a notícia de novo recorde de produção da Petrobras comenta: “Daqui a alguns anos, nem se a Shell se juntar com a Texaco conseguem comprar a Petrobras, vai ser a super gigante.”

 Quem sabe vocês entendam com essas informações, porque a grande mídia, em parceria com os tucanos, repetem a mesma estratégia sempre: desinformação a serviço dos Estados Unidos para desgastar a imagem de uma empresa do porte da Petrobras. 

E lembrem-se, garantidos em Lei,  os recursos do Pré-Sal vão para a educação e saúde. Já imaginaram o nível do investimento nestas áreas? Já imaginaram as transformações na qualidade do serviço público?

Defenda o Brasil, não vote nos vendilhões da pátria que sempre sucateiam o patrimônio público para privatizá-lo a preço de banana.

Por Arnaldo Ferreira Marques, em sua página do Facebook

As campanhas de desinformação da mídia dão resultado, para meu espanto.

Quando começaram com a baboseira da refinaria de Pasadena, os órgãos da “grande mídia” passaram ao grande público desavisado (de grande para grande) uma imagem de Petrobras quase falida, afundada em dívidas e às portas da paralização.

Quem entende minimamente o que se passa sabe que não é nada disso, nem de longe, que a Petrobras, isso sim, vem investindo barbaramente na criação de infraestrutura exploradora no pré-sal, porque o petróleo foi descoberto ali e o lucro no futuro é certo. É colocar a sonda e puxar o óleo para cima.

Daqui a alguns anos, nem se a Shell se juntar com a Texaco conseguem comprar a Petrobras, vai ser a super gigante.

Mas eu percebi o poder da mídia quando, ao ver a sede da Unidade de Negócios da Bacia de Santos ficando pronta no Valongo santista, alguém disse: “Nossa, eles ainda estão construindo? Achei que estavam dando um tempo nessas coisas”.

E nessa linha muita gente proclamando o fim das “promessas” (nunca feitas realmente, aliás, apenas inferidas pela lógica) de um boom econômico em Santos por conta do pré-sal.

Bobagem. A Petrobras está investindo umas 20 Copas (estádios) no Pré-Sal (até 2018) e o resultado disso será uma super mega empresa, que terá poder considerável sobre o mercado mundial de petróleo.

E o resultado começa a aparecer. Ainda tímido, diante do que virá.

.

Produção no pré-sal bate novo recorde e ultrapassa a barreira de 500 mil barris de petróleo por dia. http://ow.ly/yEK4g </p><br /><br />
<p>Temos perfurado poços no pré-sal em tempo cada vez menor, sem abrir mão das melhores práticas mundiais de segurança operacional. http://ow.ly/yEQ1C </p><br /><br />
<p>O tempo médio de perfuração de poços passou de 126 dias, em 2010, para 60 dias em 2013. Uma redução de 55%, estamos conseguindo considerável economia de recursos, devido à diminuição dos dias em operação de sondas.</p><br /><br />
<p>A produção de 520 mil barris por dia foi alcançada apenas oito anos após a primeira descoberta de petróleo na camada pré-sal ocorrida em 2006.</p><br /><br />
<p>Nossa expectativa é que a produção de petróleo exclusivamente nas áreas do pré-sal, em 2017, ultrapasse a barreira de 1 milhão de barris por dia. http://ow.ly/yELJp

Produção no pré-sal bate novo recorde e ultrapassa a barreira de 500 mil barris de petróleo por dia. http://ow.ly/yEK4g

Temos perfurado poços no pré-sal em tempo cada vez menor, sem abrir mão das melhores práticas mundiais de segurança operacional. http://ow.ly/yEQ1C

O tempo médio de perfuração de poços passou de 126 dias, em 2010, para 60 dias em 2013. Uma redução de 55%, estamos conseguindo considerável economia de recursos, devido à diminuição dos dias em operação de sondas.

A produção de 520 mil barris por dia foi alcançada apenas oito anos após a primeira descoberta de petróleo na camada pré-sal ocorrida em 2006.

Nossa expectativa é que a produção de petróleo exclusivamente nas áreas do pré-sal, em 2017, ultrapasse a barreira de 1 milhão de barris por dia. http://ow.ly/yELJp

Tags:   · · · · 1 Comment

Denúncia: MST sofre despejo ilegal em Itapevi

julho 4th, 2014 by mariafro
Respond

MST sofre despejo ilegal em Itapevi

Da Assessoria de Imprensa do MST via e-mail

03/07/2014

itapevi_nova

Com 10 meses de existência, a Comuna Urbana Padre João Carlos Pacchin do MST sofre despejo violento nesta madrugada. A ação irregular foi executada pela Guarda Municipal da cidade de Itapevi e pela Guarda Civil Metropolitana da cidade de São Paulo.

Copa das Tropas.

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra está em luta há mais de 10 meses na cidade de Itapevi. A luta começou após uma reitegração de posse violenta executada pela polícia militar contra famílias da cidade, que haviam ocupado um terreno no bairro Bela Vista, em maio do ano passado.

Aderindo à pauta justa da moradia e dando continuidade à sua luta urbana, o MST se uniu às famílias e reocupou o mesmo terreno em 31 de agosto de 2013. Desde então, o movimento travou negociações com a prefeitura de Itapevi, que reluta em resolver a difícil situação em que se encontram grande parte de seus cidadãos.

Buscando que a prefeitura conceda o aluguel social de uma área para as 150 famílias que seguem reivindicando seu direito à moradia digna, o MST ocupou um terreno público nesta última sexta-feira. O terreno pertence à COHAB, da prefeitura de São Paulo.

Na madrugada desta quinta-feira, as guardas municipais de Itapevi e de São Paulo despejaram as famílias de maneira totalmente irregular, sem mandato judicial, utilizando armamento ostensivo e cachorros, desrespeitando os direitos da infância e dos idosos presentes. O despejo foi executado sem a presença do conselho tutelar ou de assistentes sociais. Ferindo os próprios protocolos e regimes legais, a atuação da prefeitura resumiu-se à violência policial.

Com um déficit habitacional gigantesco, Itapevi tem cerca de 217 mil habitantes, dos quais 82 mil encontram-se sem instrução escolar. Além dos terrenos públicos, há 5 mil domicílios particulares desocupados. Segundo o IBGE, a incidência de pobreza na cidade é de 61,86%.

Tags:   · · · No Comments.

Brasil está fazendo a melhor copa do mundo, muita gente jogou contra mas a verdade venceu

julho 3rd, 2014 by mariafro
Respond

copamidiaepovop
Charge Vitor Teixeira

Da página do Perifa Livre

Desde o momento em que o Brasil foi anunciado como sede da copa, uma (grande) parcela da mídia corporativa realizou uma série de previsões catastróficas em torno do evento.

E não é difícil puxar da memória o fato de que em nenhum momento as preocupações dessa mídia corporativa questionava uma possível elitização dos estádios, para as ingerências da FIFA ou para uma mudança conturbada na vida das pessoas que viviam no perímetro dos estádios.

Para eles os problemas eram os estádios, os aeroportos e a rede hoteleira não estarem prontos há tempo.

não vai ter olimpíadas

O Diretório Zonal do PT de Itaquera por sua vez, elaborou uma resposta em vídeo direcionada à mídia corporativa enaltecendo o sucesso da Copa:

E acrescenta:

“Pra eles essa turma da mídia, essa é a nossa resposta. Sobre as outras questões levantadas sobre a Copa no Brasil, é bom deixar claro uma coisa da nossa vivência – São problemas que não foram inventados com a Copa, é cosia que existe muito antes até do futebol ser inventado. Já tinha antes, não ia sumir durante a copa e, se a gente parar de lutar, vai continuar muito depois da copa ter acabado. O que a polícia faz com a periferia não precisa nem de futebol e nem de carnaval como desculpa.”

copa tucana

Ilustração Vitor Teixeira

Tags:   · · No Comments.

Preso ao poste, apanhou, escapou da turba dando uma aula de Revolução Francesa, mas não escapou da polícia

julho 3rd, 2014 by mariafro
Respond

Os leitores do Maria Frô nas últimas semanas leram a série sobre violência policial aqui no blog escrita pelo coletivo Sacode.

Conheceram uma série de prisões arbitrárias de manifestantes em São Paulo: um ativista do softwere livre foi preso por ‘andar depressa’, advogados sendo presos e espancados pela polícia por acompanharem manifestações de sem teto ou como André Biral por acompanhar manifestação contra prisões arbitrárias.

Viram que as PMs do Brasil foram denunciadas pela anistia internacional.

Viram também que com anuência da Justiça e do MP candidato tem a polícia invadindo casa de jornalistas e apreendendo equipamentos eletrônicos

A polícia não poupou sequer lançamento de candidatura de partidos institucionalizados

Os seguidores de Sheherazade criaram uma verdadeira Ku-klux-klan brasileira com a anuência da polícia e há estados no Brasil onde os direitos civis não valem nada.

A notícia de hoje se não fosse trágica seria uma piada, uma pessoa, professor de história, negro, esportista, foi salvo do linchamento porque no meio do desespero conseguiu provar pra turba que se sentia no direito de fazer Justiça com as próprias mãos que ele não era ladrão (apesar de ter a cor da suspeição para a mente dos racistas), ele apanhando, amarrado em um poste deu uma aula de história sobre revolução francesa para a turba que o agredia. Quando a polícia chega e pensamos que vai garantir a segurança pública, no máximo acompanhar o rapaz que sofreu este nível brutal de violência de fazer inveja à Ku Klux Klan ele é preso pela polícia!

Leia também:

Anistia Internacional denuncia violência da Polícia Militar que reprime manifestações pacíficas durante a Copa

O Brasil que relincha aplaude Sheherazade

Luz no fim do túnel: Jornalistas repudiam em nota a tresloucada da Sheherazade

O espírito sheherazade, que reforça a inutilidade das instituições do Estado, mata!

Sheherazade: A princesa do conservadorismo brasileiro

O Sistema é cruel de todas as maneiras, contra os jovens negros, inclusive a mídia

ATO FALHO DA CASA GRANDE versão Academia Universitária. As Sheherazades estão dão cria em todos ambientes

Justiça e MP legalizam a perseguição de Aécio Neves a jornalistas e ativistas que tem suas casas invadidas pela polícia e seus equipamentos eletrônicos apreendidos

Professor negro é linchado e preso com base em ?suspeita?

No Brasil, o negro é culpado por suspeita

Da Página do PCO, e também em O Globo, matéria de Julianna Granjeia

02/07/2014

professor

Professor André Luiz: culpado por ser negro.

Uma onda de linchamentos assolou o Brasil no último período, tendo destaque o caso do jovem negro espancado e acorrentado nu por “justiceiros” na Zona Sul do Rio de Janeiro.

O último a escapar da morte foi o professor André Luiz Ribeiro, que foi acusado por um dono de um bar de ser um assaltante. Capturado por outras pessoas, o professor apanhou até provar que não era bandido ao improvisar uma aula de Revolução Francesa, e os linchadores desistirem da ação. Mesmo assim o rapaz foi levado para delegacia.

Ele fazia cooper pelas redondezas do bairro, o que ele costuma fazer com regularidade. Até ser abordado por um grupo de pessoas que o acusaram de ter assaltado um bar na região. Assim como o rapaz do Rio de Janeiro, o professor foi acorrentado num poste e espancado.

Os bombeiros chegaram, mas só se convenceram da história do professor, que falou da Revolução Francesa para se livrar da morte.

André disse que “a França era o local onde o antigo regime manifestava maior força, e que a burguesia comandou uma revolta junto com as causas populares, e que havia fases da revolução. Falei por uns três minutos e perguntei se já estava bom. Aí me desacorrentaram, mas fui levado para a delegacia”, contou em entrevista ao jornal O Globo.

“Eu corro dez quilômetros todos os dias, estava de fone de ouvido, sem identificação porque moro por perto, e fui confundido com um dos três assaltantes. O dono do bar e o filho dele me acorrentaram. Umas 20 pessoas me cercaram e começaram a me bater. Acorrentaram meus braços e pernas e me colocaram de barriga para baixo na rua”, disse.

Escapou da morte, mas não da polícia

O negro no Brasil é culpado por suspeita. É obrigatório que o negro tenha alguma passagem na polícia, por isso, o dono do bar confirmou que o professor era mesmo o assaltante do bar, e a polícia, por sua vez, deixou o rapaz preso por dois dias.

Segundo o proprietário do estabelecimento, “eu gritei que era ladrão e a população da rua foi atrás dele”.  Disse que a culpa era de André por da a mancada de correr no “meio de bandidos” na hora do assalto. Em depoimento André disse que, durantes as agressões, o dono do bar afirmou que “iria buscar um facão”.

Acusado, linchado e preso por dois dias… a Ku Klux Klan brasileira

O linchamento é um departamento extraoficial da Secretaria de Segurança Pública. Por isto a Secretaria declarou em nota que “o professor foi preso em flagrante em cumprimento do artigo 302 do Código Penal, já que a vítima o reconheceu como um dos participantes do roubo ao estabelecimento comercial em duas oportunidades. A Justiça concedeu liberdade provisória ao acusado”. Aí está, basta apontar o dedo para um negro que todo o trabalho será feito, linchamento e, se escapar da morte, será preso. Não existe necessidade de prova para prender negros.

A “sorte” de André é que ele conseguiu escapar da morte por ser professor. Outros tantos teriam sido mortos por suspeita. Ou estariam apanhando na delegacia até agora, para depois ser levado para um centro de detenção provisória. Daí seria chamado a julgamento e sentenciado, com base no que disse o dono do bar. A Ku Klux Klan brasileira copia a americana, racistas com gente dentro da polícia.

Nos EUA, a KKK só reduziu os ataques quando o negro se ergueu em organizações para a autodefesa, como os Diáconos pela Defesa e Justiça. A mesma é a saída para a realidade brasileira, ainda com mais razão, tendo em vista que o negro é a maioria da população.

Leia mais

Contraponto: Franklin Martins debate a democratização das comunicações no Brasil

Pergunta que não quer calar: O que Sheherazade está fazendo no SBT?

Presidenta da CDH-Senado oficia MP de São Paulo contra Sheherazade por violações de direitos humanos na TV

Denúncia: no ato de Lançamento da Frente Popular no RJ, TRJ age com truculência

 

Tags:   · No Comments.