Maria Frô - ativismo é por aqui

Maria Frô header image 4

Lula vira radialista do programa do Haddad

agosto 24th, 2012 by mariafro
Respond

Ouçam e vejam se o Cara não tem futuro na profissão :)

Vá no PenseNovoTV ver os demais dos programas


Tags:   · · · · · · · No Comments.

Cabral em que ano estamos? Tropa de choque invade a UERJ

agosto 24th, 2012 by mariafro
Respond

Durante manifestação de estudantes, tropa de choque da PM invade campus da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Em 23/8/2012.

Segue o relato do Marcello Rezende, doutorando de Psicologia Social da UERJ que estava presente:

Chego hoje para um grupo de estudos na UERJ e às 14h falta luz. Pensei: será que é por causa da assembleia comunitária sobre a greve? Não pode ser…

Continuei no grupo pensando: quando terminar dou uma passada no ato dos estudantes que tá programado pra mais tarde na Radial Oeste. Nesse meio tempo um helicóptero ficou sobrevoando a UERJ e pensei de novo: será que é por causa do ato? Não pode ser…

Às 17h começo a descer as rampas e escuto o estrondo de uma bomba e, logo depois, fumaça e gritaria. Penso: será que é por causa do ato? Não pode ser…

Viro em direção ao estrondo e vejo o estacionamento, perto do bandejão, invadido por umas 10 ou mais caminhonetes da PM e a tropa de choque avançando sobre no máximo 50 estudantes, DENTRO DA UERJ. Ainda na rampa, meus olhos começam a arder e sinto uma leve ardência nas narinas. Vou em direção ao pequeno grupo de estudantes, vejo duas estudantes chorando e pergunto: alguém se machucou? Me respondem que não. Mas todos estão perplexos, acuados e gritando palavras de ordem contra a PM. Por um tempo tive uma sensação estranha como se assistisse tudo em câmera lenta, tamanha minha perplexidade.

PARABÉNS CABRAL! BATENDO RECORDS DE TRUCULÊNCIA!

Tags: No Comments.

Vitória! A turma Evandro Lins e Silva vence MPF/GO reacionário por unanimidade! \o/

agosto 24th, 2012 by mariafro
Respond

Dia 17 denunciamos aqui Denúncia! MPF/GO quer cassar diplomas da Turma de Direito Evandro Lins e Silva, filhos e filhas de trabalhadores rurais brasileiros o cúmulo do absurdo que pode chegar o reacionarismo no MP, que pediu a cassação dos diplomas dos bacharéis da turma de Direito Evandro Lins e Silva, mas hoje, por unanimidade, o Tribunal Regional Federal negou o recurso de apelação do MPF/Go.

Segundo relato de Giane Alvares, o advogado dos alunos, Cezar Britto, em sua sustentação oral argumentou que não existe o verbo “desestudar”, mostrando que a tese de falta de interesse de agir do Ministério Público. O procurador que estava presente na sessão de julgamento também acatou esse argumento de falta de legitimidade de agir. Os alunos colaram grau no dia 11/08/2012.


Fonte: Face

_________________
Publicidade

Tags:   · · · No Comments.

“Para expressar a liberdade Uma nova lei para um novo tempo”

agosto 24th, 2012 by mariafro
Respond

Carta de apresentação da campanha “Para expressar a liberdade Uma nova lei para um novo tempo”
FNDC

Neste 27 de agosto, o Código Brasileiro de Telecomunicações completa 50 anos. A lei que regulamenta o funcionamento das rádios e televisões no país é de outro tempo, de outro Brasil. Em 50 anos muita coisa mudou. Superamos uma ditadura e restabelecemos a democracia. Atravessamos uma revolução tecnológica e assistimos a um período de mudanças sociais, políticas e econômicas que têm permitido redução de desigualdades e inclusão.

Mas estas mudanças não se refletiram nas políticas de comunicação do nosso país. São 50 anos de concentração, de negação da pluralidade. Décadas tentando impor um comportamento, um padrão, ditando valores de um grupo que não representa a diversidade do povo brasileiro. Cinco décadas em que a mulher, o trabalhador, o negro, o sertanejo, o índio, o camponês, gays e lésbicas e tantos outros foram e seguem sendo invisibilizados pela mídia.

Temos uma lei antiga e que representa valores conservadores. São 50 anos de negação da liberdade de expressão e do direito à comunicação para a maior parte da população.

Por isso, precisamos de uma nova lei. Uma nova lei para este novo tempo que vivemos. Um tempo de afirmação do pluralidade e da diversidade. De busca do maior número de versões e visões sobre os mesmos fatos.

Um tempo em que não cabem mais discriminações de nenhum tipo. Tempo de reconhecer um Brasil grande, diverso e que tem nas suas diferenças regionais parte importante de sua riqueza. Tempo de convergência tecnológica, de busca da universalização do acesso à internet, de redução da pobreza e da desigualdade. Tempo de buscar igualdade também nas condições para expressar a liberdade. De afirmar o direito à comunicação para todos e todas.

A campanha Para expressar a liberdade é uma iniciativa de dezenas de entidades da sociedade civil (www.paraexpressaraliberdade.com.br) que acreditam que uma nova lei geral de comunicações é necessária para mudar essa situação. Não só necessária, mas urgente.

Todas as democracias consolidadas (EUA, França, Portugal, Alemanha, entre outras) têm mecanismos democráticos de regulamentação dos meios de comunicação. Em nenhum desses países, ela é considerada impedimento à liberdade de expressão. Ao contrário, é sua garantia. Isso, porque sem regulamentação democrática, a comunicação produz o cenário que conhecemos bem no Brasil: concentração e ausência de pluralidade e diversidade.

Neste novo tempo que vivemos, o Brasil não pode continuar ouvindo apenas os poucos e conservadores grupos econômicos que controlam a comunicação. Precisamos de uma nova lei para garantir o direito que todos e todas temos de nos expressar.

Venha se expressar com a gente!

______________
Publicidade

Tags:   · 9 Comments