Para expressar a liberdade

Maria Frô - ativismo é por aqui

Maria Frô header image 4

FHC, Lula, alianças e Maluf

junho 28th, 2012 by mariafro
Respond

Cafunés

ROGÉRIO GENTILE, Folha

28/06/2012

SÃO PAULO – O acordo entre Lula e Paulo Maluf, com direito a um singelo cafuné do ex-prefeito de São Paulo em Fernando Haddad, criou embaraços e dificultou a largada do candidato do PT, como bem revelou o Datafolha ontem. Mas é extremamente improvável que vá afetar seu desempenho lá em outubro.

O eleitorado de São Paulo é basicamente dividido entre os que não engolem o PT e os que não aturam o PSDB, sobrando, de fato, muito pouco espaço para uma terceira via. Apenas 9% dos eleitores dizem que não votam em hipótese alguma nos dois partidos.

Por isso, com o passar dos meses, o efeito Maluf tende a se diluir na polarização entre petistas e tucanos e no longo tempo de campanha na TV de que Haddad irá dispor no horário eleitoral. Salvo surpresas maiores, quem não gostou da troca de afagos com o ex-prefeito acabará, pragmaticamente, tapando o nariz para tentar evitar o retorno de Serra ao governo municipal.

Até porque o próprio PSDB não poderá explorar com muita ênfase o episódio. Afinal, semanas antes, Serra esteve na residência de Maluf em busca do seu apoio. Tomou um café com o ex-prefeito, trocou mesuras e só não recebeu o tal cafuné na cabeça porque Maluf preferiu o candidato do PT.

Os tucanos também não podem apagar o fato de FHC, em 1998, ter permitido o uso de sua imagem em outdoors de Maluf na campanha pelo governo paulista. E olha que o adversário do ex-prefeito era, então, ninguém menos do que Mário Covas.


Eduardo Guimarães foi o primeiro a resgatar este episódio.

Na verdade, assim como FHC naquela ocasião, Lula causou mais danos à desgastada imagem da classe política do que propriamente à de Haddad. Cenas como a da semana passada apenas reforçam a impressão generalizada de que político no Brasil é tudo igual. De que vale tudo pelo poder, inclusive posar ao lado de alguém que está na lista de procurados da Interpol e que corre o risco de ser preso se tentar sair do país.

___________
Publicidade

Tags:   · · · · · · 1 Comment

Humor: Agora Lula passou de todos os limites

junho 27th, 2012 by mariafro
Respond

Via Facebook

_________
Publicidade

Tags:   · 1 Comment

‘bandas’, baixarias e depreciação da mulher

junho 27th, 2012 by mariafro
Respond

Só espero que não tenha dinheiro público financiando tanta baixaria:

Este é um dos momentos do ‘show’ da ‘banda’.

Atenção:  o vídeo contém cenas que simulam sexo oral.

vídeo

foto que simula sexo oral no palco

Mulher faz ‘sexo oral’ no palco em show de pagode

Fonte: Facebook

Neste final de semana, várias pessoas se mostraram indignadas ao ver uma foto registrada em um show da banda “Chica Égua”, em Teresina. Na imagem, uma jovem supostamente pratica sexo oral em um rapaz em cima do palco, durante o show, sob o olhar estarrecido da plateia.

As letras das músicas que a banda apresenta nos shows são marcadas pela incitação ao sexo. “A minha prima prima trabalha/ Numa firma chamada “Voceta”/ Não era carteira assinada/ O bagulho era tudo na treta/ Mandaram ela ir embrora/ Sem nenhuma chance, nem deram moral/ Deram um conselho pra ela/Bota a “Voceta” no pau”, diz um dos trechos das “canções”. “Não tenho cama box,/ Só faço amor no escuro/ Mas o que “as mina pira”,/É na cama de pau duro”, mais um sucesso da Chica Égua. Outro hit do grupo de pagode: “Soca a boca aqui.”

A indignação dos internautas foi parar na Justiça. O promotor Francisco de Jesus, do Ministério Público do Estado do Piauí, levou um susto quando acessou o Facebook e viu a imagem. “Vi aquelas imagens depreciativas, ridicularizando a mulher e por isso estou instaurando um procedimento para identificar os responsáveis por isso”, disse em entrevista ao site 180 Graus.

Ele afirmou à publicação que “encaminhou o pedido à delegada Wilma e espera ainda nesta semana ter uma opinião formada para que possa notificar os responsáveis. Segundo ele, este pode ser enquadrado civilmente, com pedido de indenização coletiva, cujo valor pode ser doado às instituições de caridade”.

Além disso, ele informou que os responsáveis também podem ser processados criminalmente pela violação da dignidade do gênero feminino. “Depois de identificado vamos recomendar que se abstenha da prática de divulgação dessas imagens. Pode haver censura das imagens e até das músicas, que ouvi dizer que são depreciativas também. Uma mulher não pode ter a imagem violada desta forma”, disse o promotor ao site.

___________
Publicidade

Tags:   · · · 3 Comments

#LeiCulturaViva: Vitória da Cultura Brasileira

junho 27th, 2012 by mariafro
Respond

João Pedro Werneck, Santini e Fellipe Redó

Gabinete da deputada Jandira Feghali

Em dia histórico para os fazedores da Cultura no Brasil, a Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados aprovou por unanimidade o parecer do relator Antônio Roberto (PV/MG) sobre o Projeto de Lei 757/2011, de autoria da Deputada Jandira Feghali (PCdoB/RJ), que cria a Política Nacional de Cultura, Educação e Cidadania, consolidando o Cultura Viva e os Pontos de Cultura como política permanente de Estado.

“Os Pontos de Cultura são o legado mais importante das políticas culturais do governo Lula, representam hoje mais de 3 mil iniciativas culturais em todo o país e reúne cerca de 8 milhões de pessoas em suas atividades, segundo o IPEA. Uma política que estimula a democratização e o protagonismo cultural do povo brasileiro. A votação de hoje é o primeiro passo e uma grande vitória, em especial pela intensa participação dos movimentos sociais da cultura que se mobilizaram intensamente através das redes sociais”, ressaltou a Deputada Jandira Feghali.

Twitaço marca a participação do Movimento Social da Cultura

 A mobilização e participação das redes e movimentos culturais tem sido uma marca de todo o processo e tramitação da Lei Cultura Viva: durante debate sobre políticas públicas para cultura na Arena Socioambiental da Cúpula dos Povos / Rio+ 20 no ultimo dia 19, os ativistas da cultura pressionaram pelo twitter para garantir que o Projeto de Lei entrasse na pauta da Comissão de Educação e Cultura. Instantes depois, a Deputada Jandira Feghali anunciava aos presentes que o PL 757/2011 entraria na pauta da próxima sessão.

E hoje, durante a votação,  não foi diferente:  durante toda a manhã em mobilização organizada pela Comissão Nacional dos Pontos de Cultura, Circuito Fora do Eixo, Coletivos de Cultura Digital, Midialivristas e Ponteiros de todo o País, a Hashtag #LeiCulturaViva foi replicada milhares de vezes aos parlamentares da Comissão de Educação e Cultura, e atingiu os Trending Topics (assuntos mais comentados) do Twitter em vários estados do Brasil.

 “Essa Ciranda é de todos nós”

 Idealizador do programa Cultura Viva, o historiador e escritor Célio Turino, Secretário da Cidadania Cultural do MinC entre 2004 e 2010, comemorou a conquista:

 “Como diz a canção de Lia de Itamaracá, ‘essa ciranda é de todos nós’. É apenas um passo, mas um avanço muito importante para a Cultura Brasileira. Não há projeto de desenvolvimento para o Brasil que não tenha a cultura na centralidade das políticas públicas. Espero que esta vitória de hoje sinalize para a atual gestão do MinC a necessidade de cuidar melhor do Cultura Viva e dos Pontos de Cultura.

O Programa Cultura Viva hoje é considerado uma referência mundial de política pública de cultura e vem inspirando iniciativas semelhantes em outros Países da América Latina, como Argentina, Peru, Colômbia, Nicarágua e Costa Rica. Em vários destes Países a votação do PL Cultura Viva obteve também ampla repercussão. 

Próximos Passos

Após a aprovação na Comissão de Educação e Cultura, o projeto de Lei segue para tramitação na Comissão de Finanças e Tributação, e em seguida na Comissão de Constituição e Justiça. Segundo Jandira, “vamos trabalhar para que até o final do ano a matéria esteja pronta para votação em plenário. O parlamento avança junto com a sociedade, e se o poder de mobilização demonstrado hoje pelo movimento social da cultura continuar a ser exercido daqui pra frente, certamente conseguiremos aprovar esta lei e consolidar definitivamente o programa Cultura Viva como política de Estado”.

Saiba Mais sobre a Lei Cultura Viva

A Lei Cultura Viva, como é conhecido o PL 757/2011, cria mecanismos permanentes e duradouros para  uma política cultural baseada no reconhecimento e incentivo do estado ao conjunto das manifestações, linguagens e formas de expressão cultural do povo brasileiro. Entre outras medidas importantes, a lei vinculará o programa Cultura Viva de forma permanente ao Fundo Nacional de Cultura, garantindo o financiamento do programa em âmbito nacional através do Sistema Nacional de Cultura, descentralizando o repasse de recursos nos estados e municípios.

A Lei Cultura Viva permitirá avançar em temas sensíveis, como regulamentação dos mecanismos de repasse dos recursos para atividades culturais,  procedimentos de avaliação, monitoramento e prestação de contas dos projetos,  desoneração fiscal e tributária para as entidades culturais, entre outras medidas que a Lei Cultura Viva tem a oferecer como avanço não só para os pontos de cultura, como também para um amplo conjunto de iniciativas da sociedade civil.

Tags: No Comments.